Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Publicidade

Binóculo Cultural Boletim Diário - 27/07/2020: Brasil sem Carnaval... será o carnaval do YouTube?

Imagem
Nações Unidas: UNESCO e parceiros lançam pesquisa para avaliar como a COVID-19 está afetando o setor cultural PEGN: SP adia carnaval e mudança de grandes eventos ameaça receita de R$ 3,41 bi Correio 24 horas:  Além do Carnaval, covid-19 ameaça festas de Verão em Salvador Estado de Minas: BH pode ficar sem carnaval de rua em 2021 Época: SECRETARIA DA CULTURA DESATIVA ESCRITÓRIOS REGIONAIS QUE OPERACIONALIZAVAM LEI ROUANET Seleções Readers Digest: Captação de recursos pela Lei Rouanet cai 35%, a maior queda da última década Metrópole: Lives da quarentena dão novo fôlego a artistas que andavam sumidos Agência Pará: Fundação Cultural abre inscrições para prêmio Rede Virtual de Arte e Cultura 2020 Agência Pará: Programa Capital de Giro libera mais de R$ 4,5 milhões às empresas no Pará IG/Economia: Publicidade e consumo infantil na internet Terra Notícias: Pesquisa mostra que mais de 135 mil lojas aderiram às vendas por comércio eletrônico durante a

Binóculo Cultural | Notícias novas no Facebook!

Imagem
Acesse e fique informado sobre oportunidades, editais, investimentos em cultura, gestão cultural e política. Binóculo Cultural, no Brasil e no Mundo!

Binóculo Cultural Boletim Diário - 03/07/2020 - Negócios pós-pandemia: Oportunidades

Imagem
Época Negócios: Uma tomada consciente para o cinema Entretenimento UOL: Ecad opina sobre taxas de direito autoral nas lives: 'Pagamento essencial' Extra / Globo.com: Aulas on-line gratuitas de teatro, circo, artesanato e música com o projeto Ativação Cultural Itaguaí Revista PEGN: Empresa cria eventos virtuais para conectar negócios, clientes e ONGs Revista PEGN: Empreendedores do setor de festas e eventos contam como estão contornando a crise Eu quero investir: Transmissão da Money Week: relembre as lives do evento Revista Época: O dinheiro Negro importa TecMundo: Facebook encerra aplicativo Lasso, concorrente do TikTok TechTudo: Boicote ao Facebook: entenda por que marcas cancelaram anúncios no site Isto É: Boicote ao Facebook Agência Brasília: Secec vai pagar quase R$ 6 milhões a agentes culturais O Globo: Boicote cresce, já chega a 650 marcas, mas Facebook indica que não vai ceder Telesíntese: BRASIL TEM AS OITO MAIORES AUDIÊNCIAS EM LIVES DO YOUTUBE NO

Imagem da mulher na publicidade não reflete avanços sociais, avaliam especialistas

Isabela Vieira Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro - A imagem da mulher na publicidade brasileira parou no tempo. Em pleno século 21, especialistas avaliam que a propaganda estacionou em 1950 – quando as imagens relacionavam mulheres jovens, bonitas e felizes ao trabalho doméstico – época em que o casamento podia ser anulado se a noiva não fosse virgem e mães perdiam a guarda dos filhos quando iniciavam outro casamento. Com olhar especial para a mídia, a professora da Universidade Federal do Ceará (UFC) Lola Aronovich disse que a publicidade não acompanhou a escalada da escolarização feminina, a ascensão no mercado de trabalho e as mudanças no perfil da família brasileira. Os avanços, observa Lola, pouco modificaram os hábitos familiares: as tarefas domésticas continuam recaindo, na maioria das vezes, sobre as mulheres. “Isso mudou pouco”. Autora do livro recém-lançado  A Imagem da Mulher na Mídia: Controle Social Comparado , Rachel Moreno explicou que a publicidade se ap

A publicidade afasta-se das crianças. Que ótimo

Do Estadão, Eugênio Bucci * A publicidade brasileira acaba de tomar uma decisão histórica. Ela vai tratar com mais respeito as crianças. Vai ficar mais longe delas. A notícia é muito boa tanto para a própria publicidade, que com isso ganha mais respeitabilidade, como, principalmente, para a infância. Em doses exageradas, inescrupulosas, abusivas, a propaganda faz mal para o público infantil. Deve ser servida com moderação. O Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), entidade do próprio mercado publicitário, cujos códigos não têm força de lei, mas são de adesão voluntária e criteriosamente cumpridos, distribuiu agora, no início de fevereiro, uma nota oficial anunciando novas regras - com novas restrições - para os comerciais destinados às crianças. Entre outras novidades, o merchandising não será mais admitido. Não para o público infantil. Já era tempo. O merchandising é um dos artifícios mais capciosos da indústria da propaganda. Não tem o formato do anúncio t

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Matricule-se agora!

Matricule-se agora!
Tutoria particular, 90 reais por mês!

Soub!