“Virada Cultural” na Praça da Liberdade é cancelada


Evento, que seria realizado pela iniciativa particular, não conseguiu licenciamento. Virada Cultural organizada pela Prefeitura acontece só em 2013.
Marcada para acontecer nos dias 22 e 23 de dezembro, a festa chamada de “Virada Cultural”, que iria acontecer na Praça da Liberdade, foi indeferida pela Prefeitura. De acordo com a Regional Centro-Sul, o evento foi barrado, pois a quantidade de público poderia danificar a Praça.
Na programação, estavam previstos os shows de Circular01, Fernando Sodré, Gabriel Sater, It’s Rolling Stones, Hocus Pocus, U2 Cover Brasil SP, 14 Bis, Grupo Flor de Minas, Zé da Guiomar, Célio Balona, Creedence Clearwater Revival BH, Marcus Viana, Sagrado Coração da Terra  e Russos Band Jazz.
Em entrevista para o jornal Estado de Minas, o assessor da Fundação Municipal de Cultura, Gustavo Medicino, afirmou que apesar de utilizar o nome “Virada Cultural”, a festa na Praça da Liberdade não é o evento oficial realizado pela Prefeitura. ”Os planos para a Virada Cultural ainda estão totalmente indefinidos, apesar de estarmos conversando quase que diariamente sobre ela”, relatou.
Em entrevista para o naSavassi, a Fundação afirmou que a Virada irá acontecer apenas em 2013, provavelmente no mês de setembro.
Entenda o projeto da Virada Cultural de BH
A Virada Cultural de Belo Horizonte, instituída em março deste ano com a Lei 10.446/12, previa 24 horas de programação cultural no mês de setembro.
Como a proposta não avançou, a Virada não ocorreu em setembro, mas chegou a ser cogitada para ocorrer no final do ano, em dezembro. Na época, o vereador Daniel Nepomuceno, autor do projeto de Lei que instituiu a virada, afirmou que foi preciso alterar a data, pois estava em cima da hora e houve mudanças bruscas em todos os quadros da Prefeitura”.
De acordo com o vereador, diversas empresas e organizações demonstraram interesse em financiar o evento, mas nenhum contrato foi fechado. Ainda segundo o político, o site www.viradaculturalbh.com.br (hoje fora do ar), que recebeu indicações de artistas para se apresentarem na Virada, não tinha caráter oficial
A proposta da Virada Cultural de BH era priorizar artistas belo-horizontinos e mineiros e se integrar ao calendário oficial de comemoração do aniversário de Belo Horizonte. A expectativa de público gira em torno das 500 mil pessoas e a proposta é que os eventos sejam gratuitos. “Uma pequena parte das operações serão organizadas, a ideia é que coletivos e grupos artísticos de BH tenham liberdade para propor e realizar suas ações”, diz Nepomuceno.
Belo Horizonte teve meia-virada neste ano
Em setembro, BH recebeu a primeira edição da Noite Branca, evento que trouxe 12 horas de programação cultural gratuita ao Parque Municipal e o Palácio das Artes. A Noite Branca é inspirada no “Nuit Blanche”, evento anual realizado em Paris e que também serviu de inspiração para o projeto da Virada Cultural.
A programação incluiu exposições, instalações artísticas, mostras de vídeos, feira de publicações, apresentações cênicas e musicais. Segundo a organização, mais de 100 mil pessoas estiveram presentes no evento. Ao todo, a noite contou com trabalhos de mais de 60 artistas. Toda a programação foi gratuita.
Em SP
A Virada Cultural de 2012 em São Paulo aconteceu nos dias 5 e 6 de maio. Segundo os organizadores, o evento reuniu cerca de 4 milhões de pessoas. A Virada Cultural Paulista é organizada pela Secretaria Municipal da Cultura.

Americanas.com

Postagens mais visitadas deste blog

@Binoculocultura

@Binoculocultura
Notícias para seus projetos!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *