Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Vale Cultura

Empresas Podem Fazer o Cadastro no Vale-Cultura Para Funcionários

Benefício pode ser oferecido para empregados de até cinco salários mínimos As empresas interessadas em oferecer o Vale-Cultura aos funcionários já podem fazer o cadastro no site do Ministério da Cultura. O empregador deverá acessar o site do Ministério da Cultura, clicar do Credenciamento no site do Vale-Cultura e preencher o cadastro. É necessário apresentar os documentos solicitados no Formulário de Credenciamento da Empresa Beneficiária. O empregador tem cinco opções de escolher qual empresa operadora do cartão Vale-Cultura quer trabalhar. As empresas que emprega os trabalhadores com carteira assinada podem participar do programa. O empregador deverá informar para a empresa operadora os dados dos empregados que irão receber o benefício para a produção do cartão. O empregador também deve atender a parcela dos seus empregados que recebem até cinco salários mínimos, podendo, depois, estender o benefício para todo o quadro de funcionários. Essa e outras notícias, na ínteg

Vale Cultura é debatido em Salvador

O Vale Cultura, incentivo cultural oferecido pelo Ministério da Cultura, foi amplamente discutido em um debate público realizado no Complexo Cultural dos Barris, em Salvador. Na ocasião, o presidente da Fundação Perseu Abramo, Marcio Pochmann, apresentou o documento FPA Comunica, que trouxe como tema a Exclusão nos equipamentos culturais e potencial do Vale Cultura no Brasil. O estudo, produzido pela Fundação Perseu Abramo, é fundamentado em dados do IBGE e do Ministério do Trabalho e Emprego. De acordo com a pesquisa, o Vale Cultura vai incentivar um crescimento na procura das plataformas culturais, esbarrando na carência de equipamentos vivenciada na maioria dos municípios brasileiros. Segundo Marcio Pochmann, o trabalho questiona a tradição brasileira de as políticas culturais serem baseadas na oferta. “O Vale Cultura é justamente o contraponto disso. É a demanda. Ao ter apenas a oferta, estabelecimentos culturais passaram a ter exclusão social, pois apenas que tem poder aquisiti

'Prioridade do Ministério da Cultura é reformar Lei Rouanet', diz Marta Suplicy

Aprovação do Procultura pretende acabar com concentração de recursos públicos em produções do Sudeste e aumentar participação de criadores negros em editais Por:  Tadeu Breda, da Rede Brasil Atual São Paulo – A ministra da Cultura, Marta Suplicy, disse hoje (12) que o próximo alvo da agenda legislativa de sua pasta será a reforma da Lei Rouanet, que atualmente tramita pela Câmara como  Projeto de Lei 6.722, de 2010 . O texto institui o Programa Nacional de Fomento e Incentivo à Cultura (Procultura) e está parado na Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Casa há quase dois anos. A titular do ministério afirmou que está ultimando os detalhes do projeto com seu relator, deputado Pedro Eugênio (PT-PE), para levá-lo a plenário o mais rápido possível. "Estamos agora nos finalmentes", informou, em entrevista coletiva depois de participar de seminário no Centro Cultural Britânico, em São Paulo. Marta enumerou ainda outras prioridades de sua gestão

Vale-cultura começa a valer em julho

Ailton Magioli  - Publicação:   07/03/2013 06:00   Atualização:   07/03/2013 07:32 Com presença confirmada no Fórum de Políticas Culturais de Minas Gerais, na manhã dessa quarta-feira (6), no auditório da Faculdade de Direito Dom Helder Câmara, em Belo Horizonte, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, anunciou ontem à noite, na sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), que o vale-cultura entrará em vigor em julho. “Ele será um divisor de águas para o setor cultural. Tão importante quanto foi o SUS para a saúde”, comparou Marta, que aproveitou a passagem por Minas Gerais para falar aos empresários sobre o novo programa de inclusão do governo federal, que, no primeiro momento, deve beneficiar 18,8 milhões de trabalhadores que ganham até cinco salários mínimos por mês.  Saiba mais...   Marta Suplicy estima que vale-cultura pode injetar R$ 11 bilhões no mercado cultural   Vale Cultura entra em vigor no meio do ano, diz Marta Suplicy A expectativa do Mi

Vale Cultura em MG

Imagem
Ministra recebe importantes apoios em Minas Gerais para Vale-Cultura Nesta quinta-feira (06), a ministra da Cultura, Marta Suplicy esteve na FIEMG – Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – onde falou sobre o Vale, benefício de R$ 50 mensais que será concedido aos trabalhadores para o consumo de produtos culturais. Abrindo sua fala, Marta disse aos presentes: “Nossa conversa tem a finalidade de incentivar os empresários de Minas Gerais a aderirem ao Vale-Cultura”. A ministra recebeu importantes apoios para seu objetivo, entre eles, o do Presidente da FIEMG, Olavo Machado Junior, e de Eliane Parreiras, Secretária de Estado de Cultura de Minas Gerais. Para Olavo Machado Jr, “Funcionário que tem cultura produz de forma inovadora e tem mais capacidade criativa”. Já Eliane Parreiras defendeu o apoio do Estado de Minas Gerais ao Vale e trouxe outra notícia importante: “Pode contar com Minas Gerais no Vale-Cultura e também na adesão ao Sistema Nacional de Cultura”, disse a

Ministra Marta Suplicy cumpre agendas em Belo Horizonte nesta quarta e quinta-feira

Em primeira viagem oficial a Minas Gerais após assumir o Ministério da Cultura, a ministra Marta Suplicy cumpre agenda em Belo Horizonte nos dias 6 e 7 de março. A ministra apresentará a representantes da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) o Vale-Cultura, às 16h desta quarta-feira. Ainda na FIEMG, Marta Suplicy atenderá aos jornalistas em uma coletiva, às 17h. Na sequência, a ministra visita o Museu de Artes e Ofícios. Na quinta-feira (7), às 11h, a ministra Marta Suplicy participará de reunião extraordinária do Fórum de Políticas Culturais de Minas Gerais, no Auditório da Escola Superior Dom Helder Câmara. Marta apresentará as principais ações do MinC sob sua gestão ao público formado pela classe artística mineira, por produtores e por representantes de entidades da área cultural. O encontro é aberto a todos os interessados, que devem confirmar presença pelo e-mail  divulgacaomg@cultura.gov.br . Vale-Cultura O Vale-Cultura é um benefício de R$ 5

Marta Suplicy apresenta Vale-Cultura na Fiemg

Data: 06/03/2013 A ministra da cultura, Marta Suplicy, visita a sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), em Belo Horizonte, nesta quarta-feira, 6 de março, às 16h. Ela apresentará ao empresariado mineiro informações sobre o Vale-Cultura, benefício de R$ 50 que poderá ser concedido para o trabalhador com renda de até cinco salários mínimos. O Vale-Cultura foi sancionado no dia 27 de dezembro de 2012 (Lei nº 5.798) e deverá ser regulamentado nos próximos dias pelo Ministério da Cultura (Minc). De acordo com informações do próprio Minc, o decreto que estabelecerá as regras para aplicação do benefício já está em análise final pela Casa Civil, de onde segue para publicação. Ainda segundo a pasta, deve entrar em vigor entre junho e julho deste ano. Fonte: Portal Fiemg

Vale-Cultura

Imagem
Marta debate Vale-Cultura em Porto Alegre. Apoio ao Theatro São Pedro também é tema da visita A ministra da Cultura, Marta Suplicy, visitou Porto Alegre nesta terça (5), para uma série de compromissos que começou no Theatro São Pedro, passou pelo Palácio Piratini e prefeitura; terminou na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs). Marta tratou em destaque do Vale-Cultura, apoio ao Theatro São Pedro (Multipalco), parcerias com a cidade como a implantação de Centros das Artes e Esportes Unificados (CEUs) e Sistema Nacional de Cultura. Hoje, o governador Tarso Genro encaminhou à Assembleia Legislativa projeto de lei que cria no Estado o Sistema Estadual de Cultura. Audiência  - A visita da ministra ao Theatro São Pedro foi bastante concorrida. Casa lotada para ouvir palestra sobre Vale-Cultura. Marta também respondeu perguntas do participantes da audiência que foi promovida pela Secretaria Estadual de Cultura e Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecno

Ministra apresenta Vale-Cultura na Fiep

Imagem
Para presidente da Federação, empresas do Paraná vão aderir ao Vale-Cultura Ministra Marta na Fiep acompanhada do Presidente da Federação, Edson Campagnolo A ministra da Cultura, Marta Suplicy, foi recebida com muito otimismo sobre o futuro do Vale-Cultura, na tarde desta quinta-feira (28), na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). Marta Suplicy apresentou o Vale-Cultura para dezenas de entidades representadas pela Federação. O porta-voz desta boa perspectiva foi o Presidente da Fiep, Edson Campagnolo. Para ele, as grandes empresas, no Paraná, devem ser as primeiras a aderir ao Vale no Estado: “Uma empresa que aderir vai estimular outras”, defendeu o Presidente. Campagnolo enxerga uma confluência nos caminhos das políticas do Governo Federal e das indústrias: “O governo quer e as indústrias querem”, afirmou. O fato de muitas empresas paranaenses já terem iniciativas voltadas à área cultural também é um aspecto que reforça o otimismo de Campagnolo. O preside

Ministra apresenta Vale-Cultura à CNI

Imagem
Indústrias empregam um em cada quatro trabalhadores com carteira assinada A ministra da Cultura, Marta Suplicy, esteve na manhã desta terça-feira (26) na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Brasília, Distrito Federal, onde apresentou o Vale-Cultura à diretoria da entidade. Ela destacou que a economia será dinamizada pela política pública que, a partir do segundo semestre, coloca R$ 50 por mês nas mãos dos trabalhadores para consumir produtos culturais. “Haverá mais dinheiro em diferentes centros urbanos, oportunidades de negócios”, destacou aos representantes da indústria no país. A CNI congrega setor que responde por um quarto da economia nacional, emprega um em cada quatro trabalhadores com carteira assinada. A entidade reúne 27 Federações de Indústria, nos estados e Distrito Federal, e cerca de 1.300 sindicatos patronais espalhados pelo Brasil. A este fórum a ministra reforçou os benefícios do Vale-Cultura esclarecendo que serão imediatamente sobre a cadeia

Entrevista com a ministra Marta Suplicy

Em entrevista ao Valor, ministra fala sobre Vale-Cultura, Cultura na Copa e outros assuntos O jornal Valor Econômico publica uma entrevista com a ministra Marta Suplicy, nesta segunda-feira (25). Entre os temas tratados estão Vale-Cultura, Procultura, Ancine, editais para produtores e criadores negros, direitos autorais, Cultura na Copa do Mundo e outros. Confira: http://www.valor.com.br/cultura/3020108/desafio-do-vale-cultura-e-atrair-apoio-de-empresas Entrevista de Marta ao Jornal Valor vem seguida de artigo sobre os desafios do Vale-Cultura e seu impacto na economia. Confira: http://www.valor.com.br/cultura/3020110/meta-e-movimentar-r-113-bilhoes-ao-ano (Ascom MinC) Fonte: MinC http://www.cultura.gov.br/site/2013/02/25/entrevista-com-a-ministra-marta-suplicy/

Audiência Pública

Imagem
Ministra Marta Suplicy apresenta o Vale-Cultura a políticos e lideranças da área cultural, em SP A Ministra da Cultura, Marta Suplicy, esteve nesta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), onde participou de uma audiência pública sobre o Vale-Cultura. A reunião contou com diversas lideranças da área cultural, deputados e vereadores. Também estiveram presentes o ex-ministro da Cultura e atual secretário de Cultura da Prefeitura de São Paulo, Juca Ferreira, e o presidente da Fundação Perseu Abramo, Marcio Pochmann. Conforme vem fazendo, Marta voltou a exaltar a liberdade do trabalhador quanto ao uso do Vale: “Agora nós vamos ter algo muito diferente, porque o povo vai dizer o que quer ver. Essa vai ser a grande transformação”, afirmou a ministra. Durante a audiência pública, Marta recebeu uma série de sugestões para a regulamentação do Vale. Entre elas, uma que surgiu de representantes do setor circense, sugerindo que os circos fossem utilizado

Marta Suplicy estima que vale-cultura pode injetar R$ 11 bilhões no mercado cultural

Daniel Mello Repórter da Agência Brasil São Paulo – A ministra da Cultura, Marta Suplicy, disse hoje (18) que o vale-cultura poderá injetar cerca de R$ 11,3 bilhões no mercado da economia criativa. “É um dinheiro que nós nunca tivemos e que pode fazer uma diferença enorme na cultura brasileira”, disse ao apresentar o projeto na Federação do Comércio de São Paulo (Fecomercio-SP). O ministério estima que o benefício, previsto para começar a valer a partir de julho, significará uma renúncia fiscal de R$ 500 milhões por parte do governo. Marta admitiu, no entanto, que o valor pode estar superestimado. “ Foi um cálculo que o ministério fez, mas conversando com algumas pessoas que entendem, parece que está um pouco alto”, disse. Poderão receber o benefício, semelhante a um vale-alimentação para aquisição de bens culturais, aproximadamente 18,8 milhões de trabalhadores, de acordo com as estimativas do ministério. Segundo Marta, todas as empresas estatais deverão conceder o vale-cultur

Ministra Marta Suplicy apresentará os benefícios do Vale-Cultura, em São Paulo, nos dias 18 e 19

A ministra Marta Suplicy irá apresentar os benefício do Vale-Cultura, que está em processo final de regulamentação no Ministério da Cultura (MinC), no início da próxima semana, na cidade de São Paulo, em dois eventos diferentes. Na segunda-feira (18), às 16 horas, terá um encontro com presidentes e representantes dos mais de 150 sindicatos patronais do estado de São Paulo das áreas do Comércio, Serviços e Turismo, na sede da Fecomercio (Rua Dr. Plínio Barreto, nº 285 – 3º andar). Na terça-feira (19), às 11 horas, haverá audiência pública na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) sobre o Vale-Cultura e o Sistema Nacional de Cultura (SNC). O secretário de Articulação Institucional do Ministério da Cultura, Roberto Peixe, irá acompanhar a ministra. Vale-Cultura A regulamentação do projeto tem prazo para ser finalizada até dia 26 de fevereiro e está sendo realizada com a colaboração da sociedade civil, através de uma consulta pública postada na página eletrônica do MinC. O val

Vale-cultura poderá incluir trabalhadores de pequenos empreendimentos, diz Marta

Alana Gandra Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro - O vale-cultura poderá incluir os trabalhadores de pequenos empreendimentos, disse hoje (31), no Rio de Janeiro, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, ao presidir solenidade de lançamento de  linha de crédito para a digitalização de salas de cinema .  Embora essas empresas não tenham  grande volume de Imposto de Renda a ser devolvido, a ministra externou a disposição de estender o benefício a microempreendimentos, como salões de cabeleireiro, por exemplo. “A gente está pensando: se tem um salão de cabeleireiro  com seis ou dez funcionários, por que o salão não pode dar o vale-cultura para o seu funcionário? Ele não vai  ter incentivo fiscal, mas vai poder aumentar R$ 50  no salário da sua manicure. Por que não?  No final, ele vai ter uma pessoa mais contente trabalhando, isso entra no salário da pessoa no mês, que ela pode gastar  no cinema ou em uma coisa que não comprava. Nós vamos abrir essa janela também”. A ministra d

Vale-Cultura vai dinamizar a economia das cidades, diz Marta Suplicy

Marcelo Brandão Repórter da Agência Brasil Brasília – A  ministra da Cultura, Marta Suplicy, disse hoje (29), em  Brasília, durante o  Encontro Nacional com Novos Prefeitos e Prefeitas, que o Vale-Cultura vai fomentar a economia dos municípios. “Você já imaginou o que serão os trabalhadores de até cinco salários com seu Vale-Cultura na sua cidade? Ele vai dinamizar a economia, com certeza”, disse a ministra. Durante o encontro, Marta explicou aos prefeitos de todo o país sobre o funcionamento do Vale-Cultura e do Sistema Nacional de Cultura. A ministra se mostrou otimista com o Vale-Cultura. Com ele, o trabalhador com carteira assinada terá R$ 50 para gastar com programas culturais como  shows,  cinemas, exposições, teatro, além de poder comprar livros e revistas. Cada beneficiário terá descontado de sua folha salarial R$ 5, ao passo que os demais R$ 45 ficam a cargo do empregador. Segundo Marta, o Vale-Cultura funcionará como um vale-refeição. Um cartão magnético no qual s

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Matricule-se agora!

Matricule-se agora!
Tutoria particular, 90 reais por mês!

Shoptime!

-->