Cinema de Bolso em BH

Centro de Cultura Belo Horizonte oferece sessões gratuitas de cinema Publicado em 11/06/2012 18:49:40 O projeto Cinema de Bolso deste mês destaca o gênero comédia e oferece sessões de curtas todas as quartas, às 12h30, no Centro de Cultura Belo Horizonte (CCBH). Já o Cine CCBH presta homenagem ao ator baiano João Miguel, que vem construindo seu trabalho no cinema nacional e integrou o elenco de filmes significativos, premiados no Brasil e no exterior. As sessões serão realizadas entre os dias 25 e 29 de junho, sempre às 19h. As duas mostras são gratuitas e abertas ao público. O CCBH fica na rua da Bahia, 1.149, Centro. O Cinema de Bolso oferece sessões de filmes nacionais em curta-metragem. Em junho, o projeto volta suas atenções para a comédia, apresentando um painel diversificado de curtas que utilizam o humor para discutir situações filosóficas, culturais ou comportamentais. O Cine CCBH aproveita o bom momento do cinema brasileiro e destaca o talento de seus atores em sessões de cinema dedicadas a eles. Em junho, o grande homenageado é o ator João Miguel, ganhador de vários prêmios, com destaque para o de Melhor Ator do Festival do Rio e da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em 2005, no filme “Cinema, Aspirinas e Urubus”, do diretor Marcelo Gomes. Confira a seguir a programação dos dois projetos: Cinema de Bolso Dia 13 • Dov’e Meneghetti, de Beto Brant - Um retrato da fuga do mais famoso personagem da crônica policial paulistana na década de 1920, Gino Amleto Meneghetti. • P R Kadeia, de Eduardo Caron - Dois bandidos instalam uma rádio pirata a partir de aparelhagens roubadas, interferindo na programação das outras rádios e se tornam sucesso absoluto na cidade. Dia 20 • Açaí com jabá, de Alan Rodrigues, Marcos Daibes e Walério Duarte - Um duelo entre um paraense e um turista para ver quem consegue tomar mais açaí com jabá. Baseado nesse costume do homem da Amazônia. • Célia e Rosita, de Gisella de Mello - Duas senhoras entediadas fazem um pacto e decidem sair por aí fazendo o que der na telha. Para isso, viajam no tempo contracenando com personagens da história audiovisual brasileira. Dia 27 • Maridos, amantes e pisantes, de Angelo Defanti - Um quarto, um marido, um amante, um armário, dois pisantes, uma esposa... e uma equipe de filmagem. • Lápide, de Paulo Morelli - Um casal discute sobre amor, morte e a compra de um túmulo. Fonte: http://portalpbh.pbh.gov.br/pbh/ecp/noticia.do?evento=portlet&pAc=not&idConteudo=64894&pIdPlc=&app=salanoticias

Americanas.com

Postagens mais visitadas deste blog

@Binoculocultura

@Binoculocultura
Notícias para seus projetos!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *