Secretaria de Estado de Cultura reúne gestores de Festivais mineiros


Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e a Secretaria de Estado de Turismo (Setur)promovem, nesta quinta-feira (28), em parceria com o Sebrae-MG, o I Encontro dos Festivais de Cultura de Minas. O evento se configura como o ponto de partida para a criação de um Fórum de Festivais, cuja proposta é gerar um ambiente de discussão sobre a gestão e integração das ações destinadas à produção de festivais de cultura realizados em Minas Gerais.
Um dos destaques do evento é a presença de Mauro Munhoz, coordenador da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que traz uma experiência de sucesso sobre a realização da Flip e demais eventos, como FlipZona e Filipinha. Foram convidados, também, representantes de segmentos como música, dança, artes cênicas, artes plásticas, novas mídias e cinema, que tenham no escopo da programação atividades de formação/oficinas e um mínimo de dois anos de atuação.
A proposta, segundo a secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, é estimular a qualidade, a gestão e a integração desses eventos. ”O sucesso dos festivais pode ser maximizado se for dada a devida importância à gestão empreendedora, que estimule diversas parcerias entre os agentes culturais. A intenção futura é elaborar um site que reúna todos os festivais culturais mineiros, com informações como localização e programação”, revela Eliane Parreiras.
Atuação em Rede
Uma aposta a ser discutida no evento será a criação da chamada Formação de Redes, tema que será abordadopor um consultor do Sebrae-MG, e que, sinteticamente, consiste no alinhamento de propostas, calendário e afinidades entre os produtores de festivais.
A superintendente de Interiorização da Secretaria de Estado de Cultura, Fátima Trópia, antecipa que a proposta é abrir espaço para discussões plurais que potencializem as capacidades desses festivais. Segundo ela, a aproximação do calendário dos festivais também viria de forma providencial, uma vez que, dependendo da distância entre os locais onde os eventos acontecem e do teor de cada um deles, o agendamento seria uma forma de angariar um público itinerante. “A ideia é estabelecer até mesmo um consenso entre as datas para que um maior número de pessoas tenha a oportunidade de participar de vários eventos, conhecer novos artistas e montagens de destaque da cena nacional e/ou internacional”.
A superintendente de interiorização chama a atenção para o fato de que esse tipo de ação é uma tendência mundial e será bastante oportuna para Minas Gerais, uma vez que o Estado “respira arte”, aspecto que molda nossa identidade. “Então, nada mais justo do que as secretarias de Estado de Cultura e de Turismo atuarem como agentes promotores dessa união, para otimizar e ampliar os resultados favoráveis para o setor, já que Minas Gerais é considerado o Estado dos Festivais Culturais”.
Serviço
Evento: I Encontro dos Festivais de Cultura de Minas
Local: Sala João Ceschiatti / Palácio das Artes - Avenida Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte
Data: 28 de junho de 2012
Hora: 14h
Fonte: Agência Minas.

Americanas.com

Postagens mais visitadas deste blog

@Binoculocultura

@Binoculocultura
Notícias para seus projetos!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *