Candidatos a prefeito de Belo Horizonte disputam paternidade de obras


Candidato do PT diz que prefeito de Belo Horizonte tem se apropriado de obras feitas com recursos da União e promete liberar os espaços públicos

Publicação: 25/08/2012 07:28 Atualização:
O candidato do PT à Prefeitura de Belo Horizonte, Patrus Ananias, afirmou nessa sexta-feira que seu principal adversário na campanha, o prefeito Marcio Lacerda (PSB), que disputa a reeleição, se apropria de obras na cidade que, na verdade, seriam realizadas com recursos repassados pelo governo da presidente Dilma Rousseff (PT). “O importante é que nós fazemos as obras e outros aproveitam. Nosso adversário está dizendo até que fez o Restaurante Popular”, ironizou Patrus, que ontem recebeu apoio de representantes do setor cultural.

Conforme dados citados pelo candidato, mais de 70% do dinheiro gasto nas obras em Belo Horizonte foram repassados pelo governo federal. O primeiro restaurante popular da capital, localizado próximo à rodoviária, na Região Central de Belo Horizonte, foi implantado durante a gestão de Patrus Ananias como prefeito da cidade, entre 1993 e 1996.

Patrus afirmou que, se eleito, vai ampliar as obras e concluí-las com mais agilidade. “Lamentamos que os projetos hoje sejam realizados de forma tão lerda, tão devagar, causando transtornos à população e ao comércio da cidade. E vamos fazer mais, porque o governo federal está colocando dinheiro nas cidades por meio das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da Copa e do Minha casa, minha vida”, disse.

O candidato do PT lembrou ter sido o responsável pela implantação do Orçamento Participativo em Belo Horizonte. “A participação da sociedade é instrumento poderoso de gestão eficaz”, afirmou. O encontro com os representantes do setor cultural aconteceu no Bairro Santa Tereza, Região Leste da Capital.

Praça liberada Durante o encontro, Patrus afirmou que vai transformar a Praça da Estação em “território livre para a cultura”, que incluiria ainda áreas próximas aos viadutos de Santa Tereza e da Floresta. “Nosso compromisso é abrir os espaços de Belo Horizonte, as praças, os parques, os jardins, para a população da cidade”, enfatizou. Em 2009, Lacerda proibiu a realização de eventos na Praça da Estação (veja box). No ano seguinte recuou da decisão, mas criou uma série de critérios a serem seguidos para uso do local e, também em 2010, passou a cobrar para realização de eventos na praça.

Patrus prometeu ainda recriar a Secretaria Municipal de Cultura. “Vamos dar nova dimensão aos eventos que começamos e que depois foram amesquinhados, como o Festival Internacional de Teatro (FIT), Festival da Arte Negra (FAN), o Festival Internacional de Quadrinhos e as temporadas de poesia”, afirmou. Antes da reunião com os artistas, em que foi divulgado um jingle para a campanha do candidato, Patrus se encontrou com Salomão Borges, pai de Lô Borges e de Yé Borges, no Museu Clube da Esquina.

Em manifesto, os artistas afirmaram que, “nos últimos quatro anos, os artistas e produtores culturais encontraram, na Prefeitura de Belo Horizonte, a insensibilidade, o desprezo e a falta de visão de um administrador avesso ao diálogo democrático, distanciado da cidade e do seu povo e dedicado apenas às obras de engenharia”.

Idas e vindas


O prefeito Marcio Lacerda (PSB) proibiu a realização de eventos na Praça da Estação em decreto publicado em 9 de dezembro de 2009. Desistiu da decisão e, em 29 de janeiro de 2010, tornou público outro decreto em que estabelece critérios para o uso da praça. Entre os termos estão a criação de uma comissão formada sobretudo por representantes da prefeitura para analisar propostas de eventos. Em maio de 2010, também por decreto, Lacerda determinou o pagamento de taxa para uso da Praça da Estação. O texto diz que, por um ou dois dias de reserva, o valor pago será de R$ 9.600. Para três ou quatro dias, o preço sobe para R$ 14.400 e, para cinco ou seis dias, o desembolso será de R$ 19.200.

Americanas.com

Postagens mais visitadas deste blog

@Binoculocultura

@Binoculocultura
Notícias para seus projetos!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *