Produtora de Teló recorre de veto de Ministério da Cultura a documentário


A produtora de Michel Teló entrou em choque com o Ministério da Cultura após ter um projeto de documentário sobre o cantor impedido de usar os benefícios fiscais da Lei Rouanet. Em carta, diz que recorreu do veto, feito "erroneamente", e informa que está readequando o valor para o teto de R$ 600 mil. A proposta inicial era de R$ 1,3 milhão.
A produtora afirma ainda que pretende distribuir 3.000 DVDs do documentário gratuitamente.

Fonte: FOLHA.COM

Americanas.com

Postagens mais visitadas deste blog

@Binoculocultura

@Binoculocultura
Notícias para seus projetos!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *