MinC anuncia vencedor do ‘Arenas Culturais’


Ministra da Cultura entrega o prêmio a Chirochi Shimizu, durante solenidade na capital baiana
Nas presenças da ministra da Cultura, Marta Suplicy, e do governador da Bahia, Jaques Wagner, foi anunciado, nesta quarta-feira (10), no Palácio Rio Branco, em Salvador, o vencedor do Concurso Nacional de Arquitetura Arenas Culturais. O projeto premiado foi o de Chirochi Shimizu, de Santa Catarina.
O concurso foi realizado pelo Ministério da Cultura (MinC) dentro do conjunto de ações do governo federal para a Copa do Mundo Fifa 2014.
Ao lado da ministra e do governador, participaram da cerimônia a secretária-executiva do MinC, Jeanine Pires, o secretário de Cultura da Bahia, Antônio Albino Rubim, e o secretário estadual para Assuntos da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014, Ney Campello.
Arenas Culturais
A proposta das Arenas Culturais é reunir a produção cultural brasileira em espaços coletivos de convivência nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo, sob os seguintes motes: Brasil Diverso, Brasil Audiovisual, Brasil Criativo e Brasil das Artes.
A ministra Marta Suplicy destacou que, nas Arenas Culturais, o Brasil terá uma oportunidade de apresentar e divulgar sua diversidade, proporcionando não só aos turistas, mas também aos brasileiros, conhecer mais o que é o Brasil em termos de cultura.
“Cada arena vai mostrar desde moda, gastronomia, música, dança, cinema, teatro, literatura. Esse será o recheio desses espaços”, disse a ministra ao salientar a alegria que será receber nos próximos anos no Brasil os eventos esportivos da Copa e das Olimpíadas.
O governador da Bahia, Jaques Wagner, também destacou a importância da caminhada conjunta entre o futebol, como paixão nacional, e a cultura.
A integração das facetas culturais do país, mantendo a identidade nacional, foi um desafio, nas palavras do vencedor do concurso, Chirochi Shimizu.
“Procuramos manter as áreas verdes externas de convivência com um fechamento que  lembrasse a nossa origem indígena, as raízes do Brasil, a partir de balaios e ocas”, explicou o arquiteto de Santa Catarina, lembrando os colegas de projeto Leandro e Bruno.
O projeto arquitetônico vencedor recebe um prêmio de R$ 25 mil. Além disso, o proponente assinará um contrato no valor de R$ 315 mil com o Ministério da Cultura para desenvolver os projetos executivos de arquitetura e engenharia.
O segundo colocado, Oficina OA SC, do Rio de Janeiro, receberá R$ 15 mil, de acordo com o edital.
(Texto: Lara Aliano, Ascom/MinC)
(Fotos: Roberto Abreu)

Americanas.com

Postagens mais visitadas deste blog

@Binoculocultura

@Binoculocultura
Notícias para seus projetos!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *