Postagens

Mostrando postagens com o rótulo Museus

Inscrições para o edital do Ibram estão abertas até o dia 31 de janeiro

Imagem
Programa de Fomento aos Museus Ibram 2012 O Programa de Fomento aos Museus Ibram consiste em prêmios e projetos relacionados à construção e modernização de museus, ao incentivo à preservação da memória, à divulgação do tema museu em diversas mídias, ao apoio a iniciativas e experiências de memória social desenvolvidas por comunidades e grupos populares etc. Veja  aqui  os editais previstos para 2012. Prêmio Ibram Memória do Esporte Olímpico Brasileiro (aberto) Prêmio Memórias Brasileiras (aberto) Prêmio Pontos de Memória (aberto) Prêmio Modernização de Museus: microprojetos (encerrado) Prêmio Mario Pedrosa (encerrado) Prêmio Darcy Ribeiro (encerrado) Acesse Manual Salic Web

Ministra da Cultura, Marta Suplicy, manifestou apoio à preservação do Museu do Índio

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, conversou nesta quarta-feira (23), com o governador em exercício do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, para manifestar a posição do Ministério da Cultura (MinC) a favor da preservação do Museu do Índio, prédio datado de 1862, na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro. A ministra disse que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/MinC) já recomendou ao estado o tombamento do imóvel. “O Brasil é um país que respeita e valoriza a diversidade. Cada vez mais isto é reconhecido no mundo. Esperamos que prevaleçam o interesse na preservação do patrimônio material e imaterial e a sensibilidade do governo do estado”, afirmou a ministra. (Texto: Ascom/MinC) Fonte: MinC http://www.cultura.gov.br/site/2013/01/23/museu-do-indio/

Museu da Cachaça é inaugurado em Salinas (MG)

Imagem
Interior do Museu da Cachaça de Salinas (fotos divulgação) A cidade mineira de Salinas, onde são produzidos 5 milhões de litros de  cachaça  e tem mais de 50 rótulos comercializadas, ganhou o Museu da Cachaça de Salinas. O espaço ocupa uma área de 13 mil metros quadrados e custou R$ 4 milhões. Há cerca de 1.700 rótulos no  museu , projetado pela parceria da Secretaria de Cultura de Minas Gerais com a Prefeitura Municipal de Salinas e a Universidade Federal de Minas Gerais. Além de poder conhecer os mais diferentes tipos de  cachaça , os visitantes podem usufruir de cursos e ações educativas sobre todas as etapas da produção, desde o plantio da cana até a distribuição e o consumo responsável. O espaço, projetado pela arquiteta Jô Vasconcelos, possui salas para reuniões, uma cozinha gourmet e a Sala de Aromas, onde podem ser observadas as etapas da produção da  cachaça . O  museu  também apresenta exposições com temas como a história da  cachaça , plantação, colheita, sociedade do aç

TRF dá prazo de dez dias para União se manifestar sobre demolição do antigo Museu do Índio

Nielmar de Oliveira Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro - O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) estabeleceu prazo de dez dias para que a União se manifeste sobre o pedido de suspensão de duas liminares que impedem a remoção da Aldeia Maracanã e a demolição do prédio do antigo Museu do Índio, na Zona Norte do Rio de Janeiro. A decisão foi tomada pelo presidente em exercício do TRF2, desembargador federal Raldênio Bonifacio Costa, em despacho assinado ontem (16) e expedida em atendimento ao pedido de reconsideração apresentado pelo Ministério Público Federal (MPF) contra a decisão da presidência do tribunal, que, em novembro do ano passado, cassou as liminares. Segundo informações constantes da página do TRF2 na internet, os autos do recurso já foram remetidos para a Advocacia-Geral da União (AGU). Elas indicam, ainda, que as liminares haviam sido concedidas pela primeira instância da Justiça Federal a pedido da Defensoria Pública da União (DPU), que ajuizou duas

Retratos da Copa : A controversa demolição do Museu do Índio

Imagem
Por  Rafa Santos  |  Futebol Cinco Estrelas  –  qua, 16 de jan de 2013 10:13 BRST Foto: Estadão Conteúdo É impossível abordar a questão dos povos indígenas no Brasil em poucas linhas. No entanto, a foto acima explica muita coisa. Primeiro foram os colonizadores europeus. Hoje em dia os índios brasileiros disputam espaço com grileiros de terra, fazendeiros, biopiratas e com o poder público em pleno centro urbano no Rio de Janeiro. A Copa do Mundo de 2014 esbarrou nos povos indígenas. E as 23 famílias que ocupam o antigo Museu do Índio, no Maracanã, na região norte do Rio de Janeiro têm tudo para perder a disputa. O prédio está ocupado por ao menos 40 homens do Batalhão de Choque da PM desde a última sexta-feira. A desocupação depende apenas de um mandado de reintegração de posse. A prefeitura do Rio de Janeiro já autorizou a demolição do antigo museu para obras no entorno do Maracanã. O entrave entre poder público e população indígena não é novo. O museu é o foco de intensa

Unesco cobrará explicações sobre decisão de demolir Museu do Índio

Daniela Fernandes De Paris para a BBC Brasil A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) enviará uma carta ao governo brasileiro solicitando explicações sobre o plano de demolição do antigo Museu do Índio, nos arredores do Maracanã, disse à BBC Brasil um porta-voz da entidade. O governo do Rio de Janeiro, com apoio da prefeitura da cidade, estaria decidido a demolir o prédio para a construção de um estacionamento no local como parte das obras de modernização do Maracanã para a Copa do Mundo de 2014, contrariando a orientação do Conselho Municipal de Proteção do Patrimônio Cultural, que pede a preservação do prédio, de 150 anos. "Vamos verificar se a área do prédio que deve ser demolido integra a região do Rio de Janeiro que faz parte da lista do patrimônio mundial da Unesco", afirma Roni Amelan, do Setor de Relações Externas e Informações Públicas da Unesco. Em julho do ano passado, as paisagens urbanas do Rio de Janeiro

Governo de Minas e Prefeitura de Salinas inauguram o Museu da Cachaça

Imagem
Museu está instalado em um terreno de 13.120m², entre área construída, área expositiva, espaço de convivência e espaços administrativos Divulgação/Secretaria de Cultura Museu da Cachaça mostra uma visão antropológica e sociocultural da bebida tipicamente mineira O  Governo de Minas  e a Prefeitura de Salinas inauguram nesta quinta-feira (20), às 10h, na cidade de Salinas, Norte de Minas, um novo espaço cultural. Trata-se do Museu da Cachaça, cuja implantação irá oferecer à população um equipamento cultural completo. Os ambientes foram criados com base em dois conceitos. O primeiro é o socioeconômico, no qual a cachaça artesanal está retratada em aspectos de produção, circulação e consumo, gerando uma visão antropológica do produto. O segundo é sociocultural, que mostra o significado da bebida como fruto do imaginário coletivo, unindo grupos sociais por meio de seu uso. O museu fica na avenida Antônio Carlos, nº 1.250 – Salinas / MG. O Museu da Cachaça, inicialmente, se

Museu da Língua Portuguesa

Imagem
Espaço dedicado à língua portuguesa é o mais visitado da América Latina Museu utiliza da tecnologia para contar história da língua portuguesa Quem imaginaria que a língua falada de um país viraria Museu? Inaugurado oficialmente no dia 20 de março de 2006, o  Museu da Língua Portuguesa ,  instalado no prédio histórico da Estação da Luz, em Paulo, abriu suas portas ao público no dia seguinte. Só nos três primeiros anos de funcionamento o espaço recebeu mais de 1,6 milhão de pessoas. É um dos museus mais visitados de toda a América do Sul. A instituição conta com uma área de 4.333,62 m² e está distribuída em três andares. Até os elevadores de acesso ao Museu são espaços expositivos, pois permitem uma visão total da escultura Árvore de Palavras, de 16 metros de altura. Além disso, no interior dos elevadores, os visitantes podem ouvir uma espécie de mantra, composto por Arnaldo Antunes, que repete as palavras “língua” e “palavra” em vários idiomas. O Museu contou com uma eq

Anunciados os finalistas de concurso para Museu M+, em Hong Kong

Imagem
Empreendimento será construído em parque de 14 hectares Gustavo Jazra Os escritórios Herzog & de Meuron e Sanaa estão entre os finalistas da competição internacional para o projeto do Museu de Cultura Visual de Hong Kong, o M+. Concorrem também as equipes de Renzo Piano Building Workshop, Snøhetta, Shigeru Ban Architects, em parceria com Thomas Chow Architects,  além de Toyo Ito & Associates Architects, em parceria com Benoy Limited.Os seis finalistas foram anunciados pelas Autoridades do Distrito Cultural West Kowloon (WKCDA, na sigla em inglês) na última semana. Local aonde será construído o museu O edifício principal do museu, situado no parque de 14 hectares às margens de Victoria Harbour, no distrito de Kowloon, deve ter aproximadamente 62 mil m² de área construída. Além do local para exposições com 15 mil m², o museu terá um depósito de 14 mil m². Outros espaços, como centro educacional, biblioteca e anfiteatro, estão previstos no projeto. Presidida pelo

‘Grande Museu da Internet’ reúne emoticons, gatinhos e Chuck Norris

Imagem
Agência de publicidade tenta recontar história da internet. Elementos inusitados fazem parte de 'coleção' do museu. Do G1, em São Paulo O ator Chuck Norris faz parte da história da internet (Foto: Reprodução) A agência de publicidade TBWA\Neboko se reuniu com a agência de produção digital Mediamonks para lançar o “Grande Museu da Internet” ( acesse aqui , em inglês), que reúne desde elementos mais simples da história da rede, como o e-mail e o mensageiro MSN, até tópicos inusitados que fazem sucesso na web, como gatinhos engraçados e o ator Chuck Norris. Segundo a agência TBWA, o museu traz uma “coleção diversa dedicada completamente à internet”. O site é dividido em setores e cada setor traz um assunto diferente. No setor História, por exemplo, o usuário pode entender melhor o início da internet e a Arpanet, precursora da web como é hoje. Em Memes, é possível entender o sucesso do ator Chuck Norris na web, bem como saber mais sobre

UFMG implanta Campus Cultural em Tiradentes (MG) com abertura do Museu Casa Padre Toledo

Imagem
A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) dá início à implantação de seu pioneiro Campus Cultural de Tiradentes, o primeiro do gênero no país, com a reabertura do Museu Casa Padre Toledo, na próxima quarta-feira, 12 de dezembro, em solenidade que começa às 17h. Sediado na residência setecentista do padre inconfidente Carlos Correia de Toledo e Melo, considerada uma das edificações urbanas históricas mais valiosas do Brasil, o museu estava em restauração desde 2010 e irá, agora, abrigar rico acervo retratando o cotidiano de uma casa colonial e o ambiente religioso do século XVIII, além de exposições temporárias. O Museu Casa Padre Toledo – local onde os inconfidentes mineiros tiveram seu primeiro encontro, em 1788 – é um dos quatro imóveis localizados em Tiradentes que pertencem à Fundação Rodrigo Mello Franco de Andrade (FRMFA), controlada integralmente pela UFMG desde 2008. Os outros são os prédios da Câmara Municipal, da Cadeia Pública e do Centro de Estudos, Galeria e Biblio

Treze acervos brasileiros recebem certificados do Programa Memória do Mundo da Unesco

Paulo Virgilio Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro - Acervos de 13 instituições brasileiras receberam no final da tarde de hoje (4), em cerimônia no Arquivo Nacional, no centro do Rio, os certificados que asseguram sua inclusão no Programa Memória do Mundo da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco). Três das instituições foram contempladas com certificado de nominação no Registro Regional para América Latina e Caribe do Memória do Mundo, enquanto as demais tiveram as documentações reconhecidas no Registro Nacional do programa. A Fundação Biblioteca Nacional (FBN) obteve o reconhecimento regional para o  Atlas e Mapa  do cartógrafo Miguel Antônio Ciera. O Instituto de Estudos Brasileiros (IEB), da Universidade de São Paulo (USP), juntamente com a Bibliothéque Saint-Geneviève, de Paris, recebeu o certificado do Registro Regional pela coleção de documentos do historiador francês Ferdinand Denis (1798-1890), um estudioso do Brasil do século 1

Outras fontes!

Folha de S.Paulo - Ilustrada - Principal

CNN Brasil

InfoMoney

Contato

Contato
Clic e faça contato!